segunda-feira, 22 de março de 2010


Vem !
Sopra minha boca, dê-me seu ar.
Roça minha pele, trace o caminho.
Sinta o eriçar dos sentidos.
Mantenha seus olhos submersos nos meus.
Aspire minha alma e ouça o entrecortar da minha respiração.
Prova meu sabor de desejo.
Dissolva-se no universo do meu corpo.
E ...
Quando saciado ...
Vá !
Se puder ...
YARA PERALE

Nenhum comentário: